sábado, 4 de fevereiro de 2012

APÓS TRINTA E SEIS ANOS, CINCO SEMINARISTAS DA TURMA 1972 SE REENCONTRAM EM CONCÓRDIA SC


Memorável reencontro no dia 04/02/2012, após quase quatro décadas.
Em pé: Vilson Techio; Cesar Techio (seminarista);Frei Francisco Morás (único da turma que se tornou padre franciscano, Doutorado em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Brasil, Professor titular do Instituto Teológico Franciscano , Brasil); Fernando Deon (seminarista); Frei Dionísio Ricieri Morás (Padre franciscano, Mestre e irmão de Frei Francisco Morás). Sentados: Frei Luis Toigo (Frade em Concórdia – SC, Mestre em Farmácia, Coordenador da Pastoral da Saúde e Assistente Eclesiástico dos Ex-seminaristas); Difendi Masson (seminarista) e Domingos Farinea (churrasqueiro do encontro).


FRANCISCO MORÁS Único colega que persistiu.
A ele a homenagem da turma:

FRANCISCO MORÁS CONCLUIU O MESTRADO EM TEOLOGIA PASTORAL NA BÉLGICA E O DOUTORADO EM TEOLOGIA SISTEMÁTICO-PASTORAL NA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO, EM 2001, DEPOIS DE TER FEITO TRÊS ANOS DE ESTUDOS PARA O DOUTORADO NA ITÁLIA. DOMINA FLUENTEMENTE 4 LÍNGUAS E POSSUI 12 LIVROS PUBLICADOS, VÁRIOS DOS QUAIS NA COLEÇÃO TEOLÓGICA QUE COORDENA. POSSUI, AINDA, 1 ITEM DE PRODUÇÃO TÉCNICA, E PARTICIPOU DE 6 EVENTOS NO BRASIL, ALÉM DE ATUAR NA ÁREA DA TEOLOGIA, COM ÊNFASE NA TEOLOGIA PASTORAL. EM SEU CURÍICULO LATTES, OS TERMOS MAIS FREQUENTES NA CONTEXTUALIZACÃO DA PRODUÇAO CIENTÍFICA, TECNOLÓGICA E ARTÍSTICO-CULTURAL SÃO: EVANGELIZAÇÃO, CATEQUESE, CATEQUESE COM ADULTOS, CLASSES MÉDIAS, RELIGIOSIDADE POPULAR, SOCIOLOGIA PASTORAL, TEOLOGIA DA SOLIDARIEDADE, PEDAGOGIA, CIÊNCIAS DA RELIGIÃO, ETNOLOGIA, COSMOVISÃO RELIGIOSA INDÍGENA, SOCIOLOGIA CRÍTICA DO DISCURSO INTERPRETATIVO DOMINANTE, DISCRIMINAÇÃO NEGATIVA, ALÉM DE UMA SÉRIE DE TRADUÇÕES LIGADAS AOS TEMAS QUE VÃO DA AUTOAJUDA PESSOAL À ANÁLISE CRÍTICA DA SOCIEDADE NA QUAL VIVEMOS.

DOIS BOTAFOGUENSES SE ENCONTRAM EM CONCÓRDIA - SC

video


Em terra de 05 BOTAFOGUENSES, MAIS UM DE PETRÓPOLIS PARA ANIMAR A TORCIDA



Difendi Masson, Cesar Techio e Francisco Morás

Nenhum comentário: